::::: RIO DE JANEIRO - 27 DE FEVEREIRO DE 2008 :::::

 

Fonte: http://www.expressodasilhas.cv
27/02/2008
ASA PEDE RETIRADA DOS DOIS BOINGS 757-200 DA VARIG LOG

Há mais de um mês que dois aviões cargueiros da Varig Log estão estacionados no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral.

Tendo em conta todo esse tempo, a ASA já solicitou à Varig Log, a retirada dos dois aviões uma vez que a empresa tem arcado com custos adicionais de manutenção, acompanhamento e protecção militar.

Os dois aparelhos boeing 757-200 estão em Cabo Verde devido a um diferendo que opõe os accionistas brasileiros quanto ao uso de alguns recursos da companhia.

De acordo com a Rádio de Cabo Verde, citando uma fonte bem informada, em causa estão falhas no pagamento do leasing a uma empresa Norte-Americana que accionou logo de imediato uma queixa junto do Tribunal brasileiro, tendo feito chegar ao Tribunal do Sal dois processos para reaver as duas aeronaves, processos, esses, que foram entretanto indeferidos.

Sabe-se que a ASA e a Varig Log mantém óptimas relações comerciais, mas não se sabe até quando vai arrastar a situação que está sob a alçada das autoridades judiciais do Brasil e Cabo Verde.

 

 

Fonte: http://www.rtp.pt/
27/02/2008
Aviação
Novo terminal de Pequim prestes a abrir, do tamanho de 170 campos de futebol



Pequim, 27 Fev (Lusa) - A China vai inaugurar na sexta-feira o terceiro terminal do aeroporto de Pequim, com uma aérea igual a 170 campos de futebol, uma das obras mais importantes da última fase de construções das infra-estruturas para os Jogos Olímpicos.

Um comunicado na página do aeroporto na Internet destaca hoje a abertura, com o arquitecto, o britânico Norman Foster, a lembrar ao jornal oficial China Daily que o terminal é a maior estrutura coberta alguma vez construída, tendo sido inspirada pelos barcos e pelas cores chinesas.

"É tão grande que, com pouca luz, de uma ponta do edifício é impossível ver a outra ponta", disse o arquitecto ao China Daily.

Quando o terminal, o maior do mundo, começar a operar na sexta-feira, o aeroporto de Pequim passa a ter capacidade para receber 76 milhões de passageiros por ano, mais do dobro dos actuais 36 milhões, disse Dong Zhiyi, director-geral do aeroporto, à agência noticiosa oficial chinesa Nova China.

"Estamos bem preparados, com a segurança a postos para garantir serviços cómodos e confortáveis aos passageiros", acrescentou Dong.

Menos de quatro anos de construção e 3,65 mil milhões de dólares depois, o novo terminal prepara-se agora para receber 64 milhões de passageiros para os Jogos Olímpicos de Pequim 2008, que decorrem na capital chinesa entre 08 e 24 de Agosto.

O aeroporto reservou já cerca de 100 mil metros quadrados de pista e 12 mangas do novo terminal para os voos fretados relacionados com os Jogos Olímpicos.

Com o aumento constante do número de passageiros na China, passaram pelo aeroporto de Pequim 453,47 milhões de passageiros em 2007, 17,47 milhões a mais do que a actual capacidade da infra-estrutura.

Tal como em muitas obras olímpicas, a obra no novo terminal obrigou ao realojamento de 10 mil pessoas, segundo o China Daily, que lembra ainda a morte de três trabalhadores na construção.

 

 

Agência Senado
PLENÁRIO / Aposentados
26/02/2008 - 15h17
Aposentados e pensionistas recebem homenagem do Senado

Parlamentares, autoridades, aposentados e pensionistas lotaram o Plenário do Senado, nesta terça-feira (26), para prestigiar a sessão especial em homenagem ao Dia Nacional do Aposentado. A tônica dos discursos foi a luta em busca dos direitos da categoria, principalmente pela recuperação das perdas salariais e pela aprovação de projeto de lei (PLS 58/03) do senador Paulo Paim (PT-RS) que recupera o poder de compra dos aposentados.

O evento foi aberto com a presença de Paim, autor do requerimento para a realização da sessão; do presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho; do ministro da Previdência e Assistência Social, Luiz Marinho; do presidente da Confederação Brasileira dos Aposentados e Pensionistas, Benedito Marcílio; do representante dos aposentados do Senado, Nísio Tostes, e do presidente do Movimento dos Servidores Públicos Aposentados e Pensionistas, Edson Guilherme Haubert.

A solenidade começou com a execução do Hino Nacional e da música " Meu Velho", cantada originalmente por Altemar Dutra. Ambas foram interpretadas por Sônia de Menezes, com acompanhamento do maestro Paulo Hahom.

Durante a homenagem, representantes dos aposentados entregaram rosas aos senadores, procurando sensibilizá-los a apoiar e aprovar todos os projetos que tragam benefícios à categoria. Outras canções foram apresentadas por Sônia de Menezes e Paulo Hahom durante a sessão, como " É isso aí", versão do original " The Blowers daughter", de Damien Rice, interpretada por Ana Carolina -, e " As rosas não falam", de Cartola.

Ao encerrar a solenidade, Paim foi ao gabinete do presidente do Senado, acompanhado de representantes dos aposentados, solicitar a inclusão das matérias de interesse da categoria na pauta de votações do Plenário.

Além de Garibaldi, Paim e do ministro Luiz Marinho, também discursaram em homenagem a aposentados e pensionistas os senadores Alvaro Dias (PSDB-PR), Efraim Morais (DEM-PB), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Rosalba Ciarlini (DEM-RN), Mário Couto (PSDB-PA), Geraldo Mesquita Júnior (PMDB-AC), José Nery (PSOL-PA), Serys Slhessarenko (PT-MT), Magno Malta (PR-ES), Valter Pereira (PMDB-MS), Papaléo Paes (PSDB-AP), Mão Santa (PMDB-PI), Leomar Quintanilha (PMDB-TO), Lúcia Vânia (PSDB-GO), Flávio Arns (PT-PR) e Antônio Carlos Valadares (PSB-SE).

 

 

Site da AMVVAR
26/02/2008
CPI da Alerj mantém decisão de pedir quebra sigilo de sócios da Volo


Audiência pública na ALERJ

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembléia Legislativa do Rio que apurou irregularidades na venda da Varig, deputado Paulo Ramos (PDT), vai pedir ao Ministério Público Federal (MPF) que interceda para quebrar os sigilos bancário, fiscal e telefônico dos sócios da Volo do Brasil, empresa que comprou a Varig: Marco Antônio Audi, Eduardo Gallo, Marcos Haffel e Lap Wai Chan. Durante audiência pública de outra comissão que Ramos também preside na Alerj, a de Trabalho, Legislação Social e Seguridade Social, nesta terça-feira (19/02), o parlamentar apresentou, aos ex-funcionários da companhia aérea, o relatório final da CPI, que foi aprovado no plenário da Casa no último dia 12 de dezembro. “O resultado final foi positivo, mas ainda temos que descobrir a origem desse dinheiro. Vou continuar a minha luta. Vamos enviar uma cópia deste documento para o MPF e para o governador Sérgio Cabral e esperar que eles dêem prosseguimento ao assunto”, afirmou o pedetista.

Ramos já havia pedido a quebra de sigilo dos sócios em setembro de 2007, mas os donos da Volo conseguiram uma liminar na Justiça impedindo a divulgação. “Temos que ter uma decisão, porque todos nós, que acompanhamos essa CPI, sabemos que o fato foi um crime. Se quebrarmos os sigilos, a verdade vai ser encontrada”, sublinhou. O parlamentar disse ainda que o resultado do relatório foi “bastante abrangente e efetivo”, porque os próprios funcionários da empresa participaram das reuniões e audiências. “Há detalhamentos e fundamentações que conseguimos graças ao auxílio de pessoas que viveram e conhecem a fundo a situação. Não podemos deixar que o que está acontecendo com a navegação se repita no setor aéreo, onde temos estrangeiros roubando vagas de brasileiros. Essa luta também tem outras dimensões”, ressaltou o pedetista.


O presidente da
CPI Deputado Paulo Ramos com o Vereador Pedro Porfírio e o presidente
da Associação de Pilotos da Varig (APVAR), comandante Élnio Borges

Para o presidente da Associação de Pilotos da Varig (APVAR), comandante Élnio Borges, o relatório será um instrumento importante para a continuação da luta dos ex-funcionários da empresa e dos aposentados da Aerus, o fundo de pensão da companhia extinta. “Temos que usá-lo de forma correta. Pela quantidade de gente que se apresentou aqui hoje, dá para ver que estamos, honestamente, querendo resolver nossa situação. Nós, trabalhadores, temos que examinar nosso papel e defender nossos interesses. São quase 20 mil pessoas e não podemos permitir que meia dúzia de gente diga que está nos representando, o que, de fato, não está”, denunciou. Borges conclamou os demais ex-funcionários a continuarem se reunindo e discutindo o tema. “Não podemos perder as esperanças. Temos informações de empresas no exterior que querem assumir o controle de companhias da aviação civil brasileira”, denunciou.

Na questão do atraso no pagamento dos ex-funcionários, o deputado Paulo Ramos garantiu que pretende levar o caso para discussão no Ministério do Trabalho. “Temos que verificar o que a própria Assembléia Legislativa pode e deve fazer pelos ex-funcionários. Não podemos aceitar que o roubo e a fraude permaneçam. Quero ver esse trabalho concluído, porque não ficamos aqui escutando aquelas desculpas esfarrapadas sem nenhum motivo. A comissão vai funcionar como mediadora para que esse pagamento seja feito da forma mais rápida possível, porque este é o direito de todos os trabalhadores”, declarou o deputado. Também estiveram presentes na audiência o deputado José Nader (PTB) e o vereador Pedro Porfírio (PDT).

Leia aqui, na íntegra, o Relatório Final da CPI da Varig na Alerj.