Anterior >   Última >>
  • https://aeromagazine.uol.com.br
    20/02/2024

    Aviação brasileira está resiliente em meio a alta dos combustíveis e da judicialização
    Mesmo com a alta do combustível de aviação e da judicialização, a aviação brasileira teve crescimento em 2023

    Um relatório recente divulgado pela Associação Latino Americana e do Caribe de Transporte Aéreo (ALTA) revelou que o setor aéreo brasileiro manteve um crescimento constante em 2023, mesmo enfrentando grandes desafios como o alto custo dos combustíveis e a hiperjudicialização.

    Além disso, o Brasil foi um dos grandes mercados da aviação comercial no mundo que não recebeu qualquer tipo de socorro ou auxílio durante a pandemia. Os Estados Unidos, por exemplo, aprovaram em abril de 2020 um pacote emergencial de quase US$ 480 bilhões, desse total, mais de US$ 25 bilhões foram destinados ao setor aéreo.

    Ainda assim, o Brasil segue como o maior mercado de aviac?a?o na Ame?rica Latina e Caribe (ALC), em termos de Assentos por Quilo?metro (ASK), representando 26,3% da capacidade da regia?o, seguido do México, que detém 25,3% do total.

    “O Brasil é o maior mercado da América Latina e Caribe e o relatório destaca a importância da conectividade para impulsionar um crescimento sustentável no país. Seguiremos com nosso compromisso de apoiar o setor em sua jornada para levar ainda mais oportunidades para as pessoas utilizarem esse meio de transporte seguro e essencial", disse José Ricardo Botelho, CEO da ALTA.

    Já o volume total de passageiros no Brasil registrou um aumento de 14,7% no ano passado, mesmo diante de incertezas no mercado interno e tensões internacionais, atingindo a marca de 115,5 milhões de passageiros transportados. Segundo o relatório da ALTA, a maior resiliência ocorre principalmente no segmento internacional, que cresceu 37% em relação a 2022.

    A rota mais movimentada foi entre São Paulo (GRU) e Santiago (SCL), alcançando uma taxa de ocupação de 82%. No tráfego doméstico, a Ponte Aérea Rio-São Paulo, ligando os aeroportos de Congonhas (CGH) e Santos Dumont (SDU), manteve sua hegemonia, a uma taxa de ocupação de 62%.

     

     

    https://g1.globo.com
    20/02/2024

    Avião bate em escada de embarque e voo da Latam é cancelado em Boa Vista
    Voo iria de Boa Vista para Brasília. Latam disse que passageiros serão acomodados em outro voo. Empresa que administra aeroporto informou que acidente não impactou as operações de pousos e decolagens.

    Um avião da Latam bateu a asa contra uma escada de embarque e o voo que sairia do Aeroporto Internacional de Boa Vista com destino a Brasília na noite dessa segunda-feira (19) foi cancelado. A aeronave seguia parada na pista até por volta das 9h30 desta terça-feira (20).

    Em nota, a Latam informou que a aeronave "passa por reparo após contato em solo com a escada de embarque."

    Além disso, a companhia disse que os passageiros serão acomodados em um outro voo. A empresa lamentou os transtornos e disse que "adota todas as medidas técnicas e operacionais para garantir uma viagem segura para todos."

    "Todos os passageiros estão recebendo a assistência necessária e serão acomodados no voo LA9001 (Boa Vista-Brasília), previsto para decolar a 0h50 de quarta-feira (21)", afirmou.

    Pela manhã, os g1 esteve no local. Trabalhadores do aeroporto disseram que sabiam apenas que o voo havia sido cancelado. Já os funcionários da Latam não quiseram conversar com a reportagem.

    O acidente com o avião da Latam não impactou as operações de pousos e decolagens, segundo a Vinci Airports, empresa que administra o aeroporto de Boa Vista.

     

     


    Avançar >   Última >>