Associação dos Mecânicos de Vôo da Varig
Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
03/06/2010

<< Início   < Voltar  | |  Avançar >   Última >>

Diario Catarinense
03/06/2010

Empresários e governo catarinense negociam operações da Azul em Joinville
Conversas durante a Expogestão foram o início da articulação para trazer a companhia aérea para a cidade
AN.COM.BR

No mapa de futuros destinos da Azul aparece Joinville. O fundador da empresa David Neeleman já disse que no momento em que for instalado o ILS – o equipamento que facilita as operações de pouso – no Aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, os aviões Embraer 190 e 195 podem começar a chegar na cidade. O equipamento ainda não tem data para ser instalado, mas a empresa pode chegar antes.

Conversas no mês passado entre Neeleman, empresários da cidade e o governador Leonel Pavan, durante a Expogestão, foram, o início da articulação para trazer a quarta maior companhia aérea do País para a cidade.

O apoio viria por meio de um decreto que prevê benefício para empresas regionais. O documento, assinado em julho do ano passado, pelo então governador Luiz Henrique da Silveira, prevê uma redução da alíquota de ICMS de 17% para 4% sobre os combustíveis de aeronaves que iniciem ou encerrem voos em Santa Catarina.

O problema é que a medida só é válida para aviões com até 100 assentos, o que deixaria as aeronaves da Azul, que têm entre 106 e 118 lugares, fora da vantagem fiscal.

Mas a solução pode estar nas mãos da empresa. O governador Leonel Pavan diz que caso o Estado receba um pedido formal, pode realizar novos estudos na Secretaria da Fazenda, e tentar ampliar o benefício para a Azul.

O governo estadual informou que as alterações são feitas de acordo com a demanda e que o decreto atual surgiu após um pedido feito pela NHT Linhas Aéreas, que opera com aeronaves para 19 passageiros.

O diretor de relações institucionais da Azul, Adalberto Febeliano, afirma que todas as vantagens que forem oferecidas serão levadas em conta.

— No caso de uma diminuição no preço do combustível, que representa quase metade do custo de uma empresa aérea, isso fica ainda mais importante.

O executivo reforçou: 

— Joinville está sob constante foco dos executivos da Azul, pela importância econômica da região e pela grande população que reside na área de influência do aeroporto.

Ele informa que não há um cronograma definido, mas que em breve, a empresa vai voltar à cidade para fazer contatos com o trade turístico e com lideranças empresariais. Já há pedidos de encontros com a Acij e com a Ajorpeme.

 

 


<< Início   < Voltar  | |  Avançar >   Última >>

Página Principal